quarta-feira, 3 de setembro de 2008

do dia pra noite.



Quando o dia se fez noite perguntou ao que passava - O que fizeste por ti neste tempo errante?
ele na sua incerteza responde... vi o dia passar...
di-lo automaticamente, esqueçendo-se de si e dos dias.
estamos errantes...
estamos em eras de esquecimento, dos dias, das horas, dos homens.
não se esqueçam de que são.